ADT: Novos agentes ajudarão a incrementar o crescimento econômico em Brasília

Governo indica 47 servidores em 28 regiões administrativas para levar informação e benefícios a pequenos e microempresários


A Subsecretaria de Micro e Pequena Empresa e Empreendedor Individual, ligada à Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável, designou 47 servidores para o cargo de agentes de desenvolvimento territorial em 28 regiões administrativas do Distrito Federal. A medida visa a incentivar o surgimento de novos negócios na unidade federativa e impulsionar o crescimento econômico. A Ordem de Serviço Conjunta nº 1 foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal de quarta-feira (16). 

A função dos agentes é colaborar para a implementação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas nas regiões. A norma tem o objetivo de beneficiar e simplificar o tratamento dado a esse tipo de empreendimento, com a diminuição de burocracia empresarial, a redução da carga tributária e outras vantagens.

Os servidores terão a tarefa de organizar planos de trabalho e identificar lideranças locais no setor público e privado para ajudar na difusão desses benefícios.

Cooperação
A designação dos agentes faz parte do Programa de Desenvolvimento Econômico Territorial — que começou a ser criado em abril após assinatura do acordo de cooperação do governo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF). O projeto visa a oferecer uma série de serviços para o empresariado local, como cursos e atendimento especializado.

A subsecretária de Micro e Pequena Empresa e Empreendedor Individual, Karina Rosso, destaca a importância do programa. “O DF é repleto de empreendedores com muita vontade de que os negócios deem certo”, afirmou. “Por determinação do governador, estamos levando conhecimento, capacitação e diálogo a essas pessoas, e em pouco tempo veremos os resultados.”

Fonte: Redação.
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário