SAÚDE: Deputada garante mais nomeações para a saúde em concurso perderia validade

Após intermediar junto ao GDF as nomeações de concursados da área de Saúde, a vice-presidente da Câmara Legislativa, deputada distrital Liliane Roriz, conseguiu sensibilizar o governo a nomear mais de 100 aprovados no concurso de 2011

TAR_9396_1
Foto: Pedro Paulo.

Na sexta-feira, dezenas de recém-nomeados estiveram na Casa para agradecer a deputada. Aos demais concursados, a parlamentar ainda garantiu que “todos” os aprovados serão nomeados o mais rapidamente possível.

“O secretário de saúde me prometeu que nomeará todos os aprovados. Já conseguimos nomear os de 2011, que estavam prestes a perder a chance de nomeação devido á data de validade do concurso. Agora, vamos trabalhar pelas outras convocações”, disse Liliane.

No início do mês, o Diário Oficial do Distrito Federal trouxe a nomeação de mais de 50 profissionais para a área. Na sexta-feira passada, mais de 70 novas nomeações foram publicadas.

Em julho, a parlamentar foi procurada por um grupo de aprovados em concursos da Saúde de 2011 e 2014, que temia que a data de validade dos certames fosse expirada. Liliane intermediou, junto ao GDF, as nomeações dos concursados. “São pessoas que se uniram não apenas para reivindicar o direito de trabalharem, mas que se uniram pela saúde do Distrito Federal, pois estão à disposição do governo para atender os pacientes que precisam desses profissionais nos hospitais, postos de saúde e UPAs”, disse a deputada em reunião com o secretário, no dia 10 de agosto.

Deputada Liliane Roriz critica indicações políticas para comandar a Adasa - A vice-presidente da Câmara Legislativa, deputada distrital Liliane Roriz, criticou nesta terça-feira, 15 de setembro, a indicação política para o comanda da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa). A declaração da parlamentar foi feita durante arguição do atual secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Paulo Salles, pela Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo, da Câmara Legislativa.

Durante a sabatina, Liliane Roriz pediu vistas do processo para avaliar o currículo do indicado. Logo em seguida, a parlamentar retirou o pedido e votou favorável ao nome, fazendo, contudo, a ressalva de ser esta uma “indicação política”.

Liliane lembrou que a Adasa foi criada durante a gestão de seu pai, Joaquim Roriz, com o objetivo de regulamentar o uso da água no DF, considerada hoje uma “agência de excelência”. Segundo a deputada, a agência atingiu esse grau de reconhecimento nacional porque “nunca teve vínculo político, mas técnico”.

Fonte: Redação.
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário