CIDADANIA: Campanha para compartilhar roupas nas ruas será lançada hoje

Será lançada hoje (7) a campanha Quem tem Põe. Quem não tem Pega, criada e promovida pela Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos. A proposta é voltada não só para as pessoas em situação de vulnerabilidade, como também para aquelas que quiserem compartilhar roupas, sem a intermediação de grupos ou instituições


Foto: Gabriel Jabur.
Todos podem doar peças de vestuário, ao mesmo tempo que podem retirar o que quiserem para uso próprio. Para isso, basta deixar as roupas nos chamados cabideiros solidários, que estarão em 22 locais de Brasília (veja a lista abaixo). Em alguns lugares, como na estação do metrô da 112 sul, o cabideiro já está instalado e, as peças, expostas.

O lançamento ocorrerá durante a décima segunda edição do Quinta Cultural, na Quadra 4 do Setor Comercial Sul (no estacionamento ao lado do Museu dos Correios). Das 17 às 23 horas, haverá apresentações musicais, com o grupo Batuqueiras e o Kombiando, e opções de alimentação em food trucks e food bikes. O projeto integra o Centro Legal, ação promovida pelo governo de Brasília para revitalizar a área central do Plano Piloto com atividades conjuntas e permanentes.

A campanha, que vai até dia 25 de agosto, aceita a participação de pessoas físicas e jurídicas que quiserem levá-la para outros lugares. Para isso, a Secretaria do Trabalho coloca à disposição a marca, o cabideiro e a identidade visual.

Com custo zero para a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, a iniciativa tem o apoio da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), da Central de Cooperativas (Centcoop-DF) e de empresas privadas que doaram madeira, cabides e mão-de-obra para confecção das estações de doação.

Locais da campanha Quem Tem Põe. Quem Não Tem Pega:
Taguatinga Norte: QNF 24, A/E nº 2, Módulo A – Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP)

Box da Torre – perto do box da Saúde Mental
SIA Trecho 10, na Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) – Centro de Referência em Agroecologia e Tecnologias Sociais (Crats)

Asa Sul: estação de metrô da 112 Sul – Central de Atendimento em Direitos Humanos e Setor Comercial Sul, Quadra 6, Lote 10/11 – Agência do Trabalhador

Asa Norte: 515 Norte – Sede da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos

Taguatinga Sul: Área Especial nº 9-D Sul – Unidade de Acolhimento para Mulheres (Unam)
Centros de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) e Centros de Referência de Assistência Social (Cras):

Estrutural: Área Especial 9, Setor Central Estrutural (no Centro Comunitário da Estrutural)
Guará: EQ 15/26, Área Comunal 1

Plano Piloto: Setor de Grandes Áreas Sul, L2 Sul, Quadras 614/615, Lote 104

Riacho Fundo I: QS 12, AE Lote F

Sobradinho: Quadra 6, Área Especial nº 3 (rua do ginásio de esportes)

Varjão: Quadra 7, conjunto D, Lote 1A

Samambaia: Quadra 408, Conjunto 1, Casa 1 (próximo ao BRB)

Samambaia Sul: QN 317, AE 2

Centros de Convivência:

Brazlândia: Área Especial 1 Norte, Lotes M/N

Gama: E/Q 8/10, Área Especial, Setor Leste; A/E, Entrequadra 13/17, Setor Oeste; A/E, Entrequadra 5/11 – Setor Sul (próximo ao 9º Batalhão da PM e em frente ao Quartel da Força Nacional)

Santa Maria: Entrequadras 209/309, Área Especial B, Santa Maria Sul
Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam):

Ceilândia: QNM 2, Conjunto F, Lotes 1 a 3, Ceilândia Centro, ao lado da Caixa d’Água

Planaltina: Jardim Roriz, Área Especial, Entre quadras 1 e 2, Centro

Restaurantes Comunitários:

Planaltina: Setor Recreativo e Cultural, Módulo Esportivo, Via WL 1-A/NS

Paranoá: Feira Livre, Quadra 2, Lote A, Área Especial
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário