CCR vence leilão da BR-163 no Mato Grosso do Sul com deságio de 52,74%

A empresa ofereceu tarifa de 0,04381 real por quilômetro, menos da metade do valor limite de 0,0927 real por quilômetro estipulado pela ANTT


A empresa CCR venceu a disputa pela concessão do trecho da rodovia BR-163 no Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (17/12). A proposta venceu com um deságio de 52,74 por cento sobre a tarifa máxima permitida pelo governo. A empresa ofereceu tarifa de 0,04381 real por quilômetro, menos da metade do valor limite de 0,0927 real por quilômetro estipulado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

O deságio da proposta vencedora pela BR-163 no Mato Grosso do Sul ficou levemente acima do visto nos últimos três leilões de rodovias federais. Seis grupos apresentaram ofertas na licitação. A segunda melhor proposta foi apresentada pelo consórcio Rota do Futuro, liderado pela Ecorodovias, com deságio de 44,17 por cento. Também participaram do leilão da BR-163 no Mato Grosso do Sul as empresas Triunfo, Invepar e Queiroz Galvão.

A Odebrecht, que era vista como uma das candidatas a vencer a disputa, ofereceu deságio de apenas 8,50 por cento pela estrada. No fim de novembro, ela havia obtido a concessão da BR-163 no Mato Grosso, a rodovia da soja.

O governo ainda prevê até o fim do ano o leilão da BR-040 (DF-GO-MG). A data prevista para ocorrer a disputa é no dia 27.

Fonte: Correio Braziliense
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário