TRE cassa mandato de prefeito de Catalão, Jardel Sebba

Cassação se deve à denúncia de que entrevistas concedidas a uma rádio local na data da eleição influenciaram no resultado do pleito
O Tribunal Regional Estadual (TRE) confirmou decisão proferida na última quarta-feira (18/12) de cassar o mandato do prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB), eleito em 2012. O motivo da decisão, do juiz Everton Pereira Santos, subtituto legal na 8ª Zona Eleitoral de Catalão, não é o mesmo pelo qual o tucano teve pedidos de indeferimento de sua candidatura, arquivados em decisão monocrática do ministro Marco Aurélio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 30 de novembro do ano passado.
A cassação se deve à denúncia ajuizada em dez de dezembro de 2012 de que o governador Marconi Perillo (PSDB) e o secretário de Ciência e Tecnologia, Mauro Fayad, concederam entrevista à Rádio Sucesso FM, de Catalão, falando bem do tucano no dia do pleito. Segundo a denúncia, isto teria influenciado no resultado das eleições em que o peemedebista Adib Elias perdeu por uma difereça de 2,87% dos votos (cerca de 2 mil votos a menos). 
O juiz que proferiu a sentença sustenta que houve abuso de poder político e de autoridade por parte de Jardel Sebba e de seu vice, Rodrigo Alves Carvelo (Solidariedade), conhecido como Rodrigão, ao chamar membros do governo para conceder entrevista a favor do ex-deputado estadual. Para o magistrado, as ações resultaram em desequilíbrio eleitoral. A rádio em questão, conforme consta na sentença a que  o portaleve acesso, teria sido adquiria por Jardel Sebba e sua esposa, Ana Abigail Sebba, que detêm metade das ações da emissora. O tucano tomou conhecimento da decisão nesta quinta-feira (19/12) e sua defesa irá recorrer. 
Assume a prefeitura o presidente da Câmara de Catalão, vereador  Deusmar Barbosa (PMDB), já que o vice também é citado na decisão e foi investigado. 

Fonte: Jornal Opção
 
 
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário