Maldade governamental



O Ministério da Previdência Social, que tem como titular o senador Garibaldi Alves Filho, "vai mandar apurar" por que o INSS não determinou o pagamento das aposentadorias e do seguro-saúde a partir do dia 5 de março, quando os bancos abriram meio expediente. 

Por determinação do INSS, os pagamentos do benefício a milhares de aposentados, inclusive o meu, só começaram a ser depositados na quinta-feira dia 6.Eu enviei ao ministro Garibaldi Alves Filho e todo o seu staf no Ministério da Previdência, um e-mail denunciando o fato e não obtive respostas. Subordinado ao ministro, o presidente do INSS, Lindolfo Neto de Oliveira Sales, disse que a decisão de adiar o pagamento se deveu ao baixo movimento bancário em dias de meio expediente. Ele certamente tinha o seu salário garantido e Garibaldi Alves Filho, passeando pelas praias de Touros e São Miguel do Gostoso .

"É um volume grande de dinheiro que a gente manda para os bancos e que fica lá depositado". Nesse sentido, é melhor o governo ganhar ficando com o dinheiro do que os bancos, acrescentando que cabe ao Banco Central definir "essa rentabilidade do dinheiro do governo". Segundo levantamento de técnicos bancários, a retenção do dinheiro nos bancos, o governo fez o depósito na sexta-feira dia 28 de fevereiro e propiciou um "lucro extra" aos bancos de algo em torno de 1 bilhão e 600 milhões de reais. 

Foi uma maldade insana e irresponsável do INSS, subordinado ao ministro Garibaldi Alves Filho, que vai ficar calado e não dirá nada a respeito, pois o assunto poderá prejudicar o atual governo e atingir a candidatura da Presidente Dilma. São cruéis com os aposentados, que certamente darão a resposta em outubro de 2014.


Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário