Morre candidato a Presidência da República, Eduardo Campos

Foi confirmada a presença do candidato a Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), na aeronave que caiu no bairro do Boqueirão, em Santos, por volta das 10 horas desta quarta-feira (13). As sete pessoas presentes não resistiram, incluindo o candidato. Segundo informações da Força Aérea Brasileira (FAB) o jato havia decolado do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Guarujá, no litoral paulista. A aeronave era do modelo Cessna 560XL, jato de pequeno porte, prefixo PR-AFA.

Quando se preparava para o pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. "Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave", diz a nota. A Aeronáutica deu início às investigações para apurar as causas do acidente. O jato caiu ao lado de uma residência e uma academia, que teve parte destruída pela queda.



Campos ia cobrir agenda na cidade destino. A candidata a vice-presidência da República, Marina Silva, de mesma coligação que o senador, não estava presente no voo. O governador de São Paulo, Geraldo Alckimin (PSDB), ainda não chegou no local do acidente.


Vítimas
Segundo o Corpo de Bombeiros, ainda há vítimas sem detalhes da gravidade dos ferimentos que foram encaminhadas para atendimento na Santa Casa de Misericórdia de Santos. Toda a área da rua Alexandre Herculano, próxima ao Canal 3 (Avendia Washington Luís), encontra-se isolada e o trânsito na região está congestionado, uma vez que muitas pessoas tentam chegar ao local.

Há um forte cheiro de gás no local e os Bombeiros temem eventuais explosões. A área é residencial. Três veículos teriam sido atingidos pela aeronave.

O candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB) está entre os passageiros da aeronave particular que caiu na manhã desta quarta-feira em Santos (SP). A confirmação foi feita pelo deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG). Segundo o parlamentar, o candidato e todos os passageiros teriam morrido no acidente. O ex-governador de Pernambuco havia saído do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para um compromisso no Guarujá (SP). No meio do trajeto, o jato particular caiu próximo ao Canal 3, bairro nobre de Santos, sobre uma academia de ginástica na Rua Vahia de Abreu, no Boqueirão.

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a aeronave Cessna 560 XL de prefixo PR-AFA se preparava para pousar quando teve de arremeter. Uma equipe do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV) está no local, para iniciar a investigação sobre as causas do acidente. Uma grande nuvem de fumaça foi formada no local. Alguns prédios foram atingidos pela aeronave.

Integrante do partido de Campos, Júlio Delgado lamentou a perda do ex-governador. "Estou atordoado. Acho que perdemos o Eduardo, uma liderança da nossa geração." O parlamentar e a candidata à vice-presidente na chapa de Eduardo, Marina Silva, estão a caminho de Santos. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o secretário de Saúde de São Paulo, David Uip, também estão a caminho do litoral. 

Segundo funcionários da academia, que foi parcialmente atingida, uma pessoa que estava dentro do estabelecimento acabou ferida por estilhaços, mas sem gravidade.
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário