Recurso de Arruda contra decisão que barrou candidatura chega ao TSE

Defesa do ex-governador espera reverter a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do DF, que aceitou a impugnação da candidatura. Ministros devem julgar o caso antes de 15 de setembro, data- limite para a substituição de candidatos majoritários

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu ontem o recurso de José Roberto Arruda (PR) contra a decisão que barrou sua candidatura ao Governo do Distrito Federal. Não há prazo para a Corte analisar o processo, mas a expectativa é de que os ministros julguem o caso até o início de setembro. Por sorteio, a ministra Luciana Lóssio foi escolhida relatora do recurso.

A defesa do ex-governador espera reverter o posicionamento do Tribunal Regional Eleitoral do DF, que, na semana passada, negou registro da candidatura de Arruda. Ele, entretanto, pode fazer campanha, pedir votos e aparecer na propaganda eleitoral enquanto couber recurso.

O documento da defesa foi protocolado no TRE na semana passada. Os autores da impugnação também tiveram prazo e apresentaram argumentação à Corte. Além da Procuradoria Regional Eleitoral, o concorrente ao governo Antônio Carlos de Andrade, o Toninho do PSol, e dois candidatos a deputado distrital também pediram a impugnação da candidatura de Arruda. Depois disso, o presidente do TRE, desembargador Romão Cícero, enviou o processo ao TSE. A autuação ocorreu ontem às 12h22.

Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário