Rollemberg fica animado com a disposição da presidente Dilma em formar parceiras no DF

Rodrigo Rollemberg conversa por telefone com Dilma Rousseff e fica animado com a disposição da presidente em formar parceira na superação dos problemas locais. O coordenador de campanha Hélio Doyle comandará a equipe de transição

No primeiro dia como governador eleito do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB) telefonou para a presidente reeleita, Dilma Rousseff (PT), parabenizando-a pela vitória e se apresentando como um aliado. “Coloquei-me à disposição e disse que, passadas as eleições, precisamos unir o Distrito Federal e o Brasil para enfrentar os enormes desafios que temos pela frente. E que ela pode contar com o governo do DF”, contou o Rollemberg.

Segundo ele, o contato foi “muito feliz” e o deixou bastante animado. “Ela (presidente Dilma) manifestou o seu entusiasmo em ajudar o DF, e que poderia contar com ela como parceira para enfrentar os problemas”, afirmou. Rollemberg não deve ter dificuldades em compor uma parceria com o governo federal. Historicamente, ele é ligado ao PT. Foi secretário de Turismo, Lazer e Juventude, quando o senador Cristovam Buarque (PDT), então do PT, governou o DF.

Em 2002, Rollemberg compôs novamente com o governo do PT. Assumiu o cargo de secretário de Inclusão Digital, a convite do então ministro de Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos. À frente da pasta, criou a Olimpíada Brasileira de Matemática nas escolas públicas. Na Câmara dos Deputados, o governador eleito foi líder do PSB por dois anos e coordenou a bancada do DF. Ele fez parte da base de sustentação do governo federal, tanto na Câmara quanto no Senado Federal.
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário