Banco do Brasil e Governo de Goiás estreitam parceria durante homenagem a Marconi Perillo

Marconi agradeceu as parcerias e garantiu que para novos projetos: “a primeira porta que nós iremos bater será a do Banco do Brasil”
Foto: Eduardo Ferreira

O governador Marconi Perillo (PSDB) foi homenageado nesta terça-feira (6/1) pela superintendência estadual do Banco do Brasil (BB) na sede da instituição, em Goiânia. O superintendente estadual do BB, Edson Bündchen aproveitou a ocasião para prestar contas dos investimentos feitos no Estado.

O almoço reuniu as principais lideranças do Banco do Brasil em diversas áreas, o governador, o secretário de Gestão e Planejamento Thiago Peixoto e alguns superintendentes recém-nomeados.

Bündchen prestou contas, durante o evento, dos investimentos que o BB fez em Goiás no ano de 2014. O superintendente também elogiou o Governo do Estado pelo papel exercido na consolidação do programa Mobiliza Goiás, mais precisamente no fortalecimento da Agricultura de Baixo Carbono (ABC), cuja linha de crédito é alimentada majoritariamente pelo BB.

O protocolo de intenções para o desenvolvimento do Projeto Mobiliza Goiás foi assinado em abril do ano passado por Marconi Perillo e Edson Bündchen. O objetivo do projeto é a implementação de ações que contemplem soluções negociais do BB relacionadas ao Programa de Ações Integradas de Desenvolvimento (PAI) nas áreas social, econômica e de infraestrutura que contribuam para o desenvolvimento do Estado.

Ou seja, o BB oferta as linhas de financiamento nos diversos programas operados pelo Banco que guardem consonância de propósitos com os programas do PAI. Entre as soluções propostas pelo Banco do Brasil para atender os projetos do PAI no setor da agricultura estão linhas de financiamento do Pronaf, cadeia de armazenagem e de agricultura de baixo carbono.

No encontro, o superintendente do BB também apresentou os primeiros resultados desta parceria. Em 2014, o BB consolidou 80% da carteira de crédito rural em Goiás; investiu R$ 66 milhões no crédito para armazenagem e alcançou 65% de participação no mercado em investimentos no Pronaf, totalizando 20 mil operações em Goiás.

Bündchen também destacou a movimentação financeira e o alcance social do Fundo do Centro Oeste (FCO). “Atendemos a todos os municípios em 2014, fechando uma carteira de R$ 7 bilhões, financiando 69% dos projetos de micro e pequenas empresas, gerando ou mantendo 144 mil empregos, com apenas 0,5% de inadimplência”, observou.

Marconi agradeceu o Banco do Brasil pelas parcerias firmadas com o Governo. “Se nós tivemos bons resultados na infraestrutura, boa parte disso nós devemos ao Banco do Brasil. O BB realizou conosco uma grande operação de crédito, no valor de R$ 1,5 bilhão. Foi a instituição mais ágil, menos burocratizada e mais eficiente dentre as instituições com quem trabalhamos nos últimos quatro anos”, destacou.

O governador também mencionou o desempenho da economia goiana nos últimos anos. “Eu tenho muito orgulho de ter liderado o Estado por uma grande parte destes últimos 16 anos. Estamos aumentando o nosso PIB dez vezes mais do que quando assumimos o governo pela primeira vez; 20 vezes mais o volume de exportações; 1 milhão de empregos líquidos gerados neste período, sem contarmos outros importantes indicadores”, salientou.

Marconi Perillo finalizou dizendo que quer trabalhar com mais afinco do que já trabalhou até agora para encerrar o período de quatro mandatos à frente do Estado com chave de ouro. “Vamos trabalhar para conquistar novos espaços fiscais, novas operações. E quero afiançar aqui que a primeira porta que nós iremos bater será a do Banco do Brasil”.
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário