Extinção das administrações recebe críticas da vice-presidente da CLDF

A vice-presidente da Câmara Legislativa, Liliane Roriz, criticou duramente durante sessão desta quinta feira (12) a intenção do governo do Distrito Federal de extinguir administrações regionais que estão hoje em funcionamento. De acordo com a proposta do Buriti, pelo menos as regiões como Varjão, Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA), Núcleo Bandeirante, Fercal e Jardim Botânico seriam prejudicadas.

“É impossível imaginar qualquer localidade do DF sem uma representação do Estado”, esbravejou a distrital ao adiantar que votará contra a medida, caso seja colocada em pauta na Casa. Para Liliane, já houve comprovação que a extinção das administrações não resultará em cortes de gastos, conforme defendem interlocutores do governo local.

Apesar de ser da base aliada ao governo Rollemberg, a deputada Liliane assegurou que estará junto com a comunidade nesta e em outras lutas. “A administração, querendo ou não, é um elo entre a população e o governo, levando inclusive as reivindicações para a Praça do Buriti. Temos que ser francos que há muitas outras prioridades a serem discutidas nesta Casa e que realmente são para beneficiar a população, e não para prejudicar”. A parlamentar garantiu que caso dependa dela, o projeto não entrará na pauta ordinária da Câmara Legislativa.

Vários distritais presentes na sessão se posicionaram contrários ao projetos, entre eles a deputada distrital Telma Rufino e o deputado Agaciel Maia (foto).

Fonte: Redação.
Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário