Marconi diz: A senhora é presidente legitimamente reeleita e tem meu total apoio

O governador Marconi Perillo (PSDB) proferiu um dos discursos mais calorosos do evento que lançou o BRT Norte-Sul nesta quinta-feira (19/3), no Paço Municipal de Goiânia. Após ser vaiado três vezes, o tucano subiu ao púlpito e criticou a postura dos presentes, os quais classificou como “intolerantes e injustos”.

Governador foi hostilizado durante lançamento do BRT Norte-Sul. Em discurso caloroso, tucano defendeu a presidente e criticou a intolerância.  Marconi saiu em defesa de DIlma: “Onde quer que eu esteja, presidente, conte comigo” 

A líder do executivo veio a Goiânia lançar o projeto de corredor Bus Rapid Transporte (BRT) Norte-Sul. O projeto será executado pelas empresas Isoluc, EPC e WVG. A obra visa construir um corredor de ônibus semelhante ao atual Eixo-Anhanguera que irá cruzar entre as regiões Norte e Sul de Goiânia. Seu custo é de R$ 240 milhões, além de R$ 100 milhões gastos para a desapropriação de 65 imóveis.

Foto: Laílson Damásio
 
Foto: Laílson Damásio

Foto: Laílson Damásio

“Recebi com muita satisfação o convite do prefeito Paulo Garcia e não poderia deixar de estar aqui. Não temo comparecer a um evento que eventualmente alguma claque possa me hostilizar. Estou aqui como governador legitimamente eleito por Goiás”, disparou.

Marconi fez questão de lembrar que a presidente Dilma Rousseff (PT) — que também esteve presente na cerimônia — tem sido vítima de “intolerância”, mas que, como ele sempre fez, a recebe com muita boa vontade. “A senhora é presidente legitimamente reeleita e tem meu apoio total à sua governabilidade”, completou.

Exaltando as parcerias que desenvolveu nos últimos quatro anos com a mandatária petista, o governador lembrou que suas relações com prefeitos de outros partidos, como João Gomes (Anápolis, PT) e Maguito Vilela (Aparecida, PMDB), são republicanas e respeitosas. “Eu já tive a coragem de, em muitos momentos, dentro do meu próprio partido de defendê-la. Sou grato pelo que fez, faz e fará pelo Estado de Goiás, presidente Dilma Rousseff”, elogiou o tucano.

Ainda em seu discurso, o governador cumprimentou o prefeito Paulo Garcia pelas obras que este tem desenvolvido na capital e lhe disse que não poderia deixar de estar ali. “Nunca ninguém ouviu em Goiás uma palavra da minha boca que não fosse de reconhecimento e respeito para com a senhora presidente”, completou.

Ao final, Marconi garantiu que continuará apoiando a presidente Dilma Rousseff e pediu que o respeito e o ambiente democrático devem prevalecer. “Onde quer que eu esteja, presidente, conte comigo. Não me importo com minorias que muitas vezes atuam com objetivo de desrespeitar as pessoas. Não à intolerância e pela democracia!”, arrematou.

Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário