ARTIGO: Desenvolver-se: o que significa?

*Desenvolver-se

Mas, qual o significado da palavra desenvolver?
Desenvolver é o ato de permitir que algo escondido possa aparecer, de dentro para fora. É descobrir. Retirar o que cobre e envolve.

Como buscar desenvolvimento pessoal e profissional para ampliar competências, conexão consigo, com o entorno e qualidade de vida, no sentido de deixar fluir, aparecer o que há de melhor em nós, por meio de novos e mais efetivos comportamentos?
O primeiro passo é entrar em contato com os nossos pontos cegos, com a forma recorrente como costumamos atuar, com grau mínimo ou quase zero de consciência.

Como romper com a cegueira?
Embora existam fecundas alternativas, como participar de grupos temáticos, cursos para aquisição de conhecimentos traduzíveis em competências, leituras, a psicoterapia, que resultam em oportunidades para se autoconhecer e se expandir, eu compartilho o coaching, como processo de aprendizagem transformacional.

O que é coaching?
Embora o vocábulo, de língua inglesa, sugira treinamento, nesta apresentação, sempre que aparecer a palavra coaching, leia-o como conversa, enquanto espaço de aprendizagem, entre o profissional coach e o cliente, denominado coachee, onde o assunto em pauta é de escolha do cliente e se destina a materializar metas.

O coaching tem por finalidade transformar o sonho do cliente em realidade. Com apoio do coach, o cliente, como protagonista possuidor de disciplina e foco, assume a responsabilidade, de tornar suas metas específicas, mensuráveis, acordadas, realistas e planejadas por tempo, com a definição das etapas e estratégias que se farão necessárias.
Por sua vez, o vocábulo coach, também, de língua inglesa, ao invés de significar treinador ou professor, é, aqui, concebido como facilitador ou apoiador do processo de aprendizagem do cliente.

A prática de coaching é expressão de método e técnica, alinhados, intrinsecamente, e levará em consideração a lacuna existente entre a situação atual do cliente e o lugar aonde pretende chegar.

Portanto, o coach é facilitador, aquele que irá apoiar o cliente na consecução de seus objetivos, no sentido de estimulá-lo em sua trajetória para acordar o potencial adormecido.
Na conversa de coaching, em momento algum, o coach irá dizer ao seu cliente quais os caminhos a trilhar para viabilizar suas metas. Aquele fará perguntas abertas e devolutivas, quanto ao tema conversado, com vistas a proporcionar ao coachee novos olhares, perceptíveis em formas distintas de observar o mundo e, consequente, atuação nele, em maior nível de efetividade.

Tal conversa requer do coach escuta profunda da linguagem verbal e não verbal de seu cliente, com base no respeito dele, como ser autônomo, legítimo, diferente e livre.

Os assuntos, comentados pelo cliente, são acolhidos pelo coach com sigilo e imparcialidade, sem permissão, pois, para possíveis comentários fora da sessão de coaching ou juízos de valor de sua parte.

A aprendizagem transformacional do cliente ocorre de modo gradativo e contínuo, no coaching, e é a força propulsora que desperta o seu potencial, ao gerar contextos para ele se repensar e se reinventar, ao possibilitar ferramentas e maior conhecimento acerca de quem é, com a consequente inclusão de novas ações em seu repertório.

*Ana Vilanova - Coach, Consultora Organizacional e Mediadora de Conflitos.

Compartilhar

Por: Movimento dos Comunicadores do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário