Obras de setorização avançam em Taguatinga

Interrupção no fornecimento de água ocorrerá na noite do dia 28 de maio


A Caesb informa que realizará, nos próximos dias 28 e 29 de maio (quinta e sexta-feira), mais uma etapa da interligação de tubulações da obra de setorização em Taguatinga. A ação terá início à noite e se estenderá durante toda a madrugada para minimizar o incômodo à população.

Para executar o serviço, o fornecimento de água será interrompido entre 20h de quinta-feira (28/05) e 10h de sexta-feira (29/05), nas seguintes localidades:

TAGUATINGA: Quadras, Entrequadras e Áreas Especiais da QND, CND, QNE, CNE, QNF, CNF, QNG, CNG, QNH, CNH, QI, QNJ, CNJ, QNL 1 a 12 e CNL 1 a 12.

As obras de setorização são de extrema relevância para o Distrito Federal como uma estratégia da Empresa para reduzir perdas de água tratada. Em Taguatinga, o sistema será implantado em parte da cidade, beneficiando 160 mil pessoas. O investimento é de R$ 19.750.954,17 com recursos provenientes do BID.

O projeto de setorização prevê a instalação de trechos de rede de água, macromedidores e válvulas redutoras de pressão. Esses equipamentos permitirão o controle à distância da operação do sistema, adequando a pressão na rede e identificando online possíveis vazamentos. Essa operação automatizada diminuirá as perdas na rede de água.

Haverá ainda a substituição de redes, proporcionando uma melhoria na qualidade da água entregue, pois, no lugar de tubulações antigas, há a ocorrência de tons de ferrugem na água. A obra contempla 12 setores de medição e controle, além da construção de 140km de redes de distribuição de água para setorização, variando entre os diâmetros de 60mm e 500mm. Também prevê a substituição de 78,4km de rede.

A Companhia lembra, ainda, que o artigo 50 da Resolução n°14 da Adasa, de 27 de outubro de 2011, estabelece que os usuários devem contar com reserva de volume mínimo correspondente ao consumo médio diário. A resolução trata das condições da prestação e utilização dos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no Distrito Federal. Com isso, os usuários não são afetados por interrupção no fornecimento de água.

Segundo a resolução da Adasa, o usuário é responsável também pela limpeza e desinfecção da instalação predial de água e do reservatório predial antes da ligação definitiva de água, e posteriormente pela limpeza e desinfecção semestral do reservatório predial.
Compartilhar

Por: Colibri Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário