Econômico e saboroso, sorvete diversifica mercado e traz alívio nos dias quentes

Com altas temperaturas, a busca por estratégias que possam amenizar o calor está maior. O sorvete, por exemplo, é um dos itens mais procurados para amenizar os efeitos dos dias abafados e ensolarados. Dados da Unilever revelam que, nos três meses anteriores a junho deste ano, as vendas de sorvetes aumentaram 26%. Segundo a empresa, este fato se deve ao período em que as pessoas passaram a ficar mais em casa, por conta da quarentena imposta pela pandemia. Com isso, houve crescimento no consumo doméstico de alimentos, sorvetes e chá, apontam os estudos. 

De olho na demanda, o Fort Atacadista traz ofertas especiais para o setor, celebrando ainda o Dia do Sorvete, hoje dia 23. Isso porque os atacarejos são opções vantajosas tanto aos clientes finais, quanto aos médios e pequenos comerciantes, que revendem os produtos em seus negócios. “Temos um mix ampliado de produtos e grande variedade de itens, o que possibilita excelente custo-benefício”, explica o gerente regional da rede no Distrito Federal, William 

Em 2019, foram consumidos mais de 1,1 milhão de litros de sorvete em todo o Brasil, de acordo com a Abis (Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes). Com a procura cada vez mais em alta, vale se atentar aos cuidados com a saúde. Conforme a nutricionista do Fort Atacadista, Glaucia Stasiak, o sorvete, além de refrescante, pode ser um aliado a vida saudável, se consumido da forma correta. “Os feitos a base de frutas são os mais indicados para quem não quiser entrar em guerra com a balança. Um picolé de limão, por exemplo contém apenas 51 calorias”, pontua. 

A nutricionista destaca, ainda, as opções de sorvetes lights, que podem ter menos gorduras, mas em alguns casos possuem mais açúcar para acentuar o sabor. Por isso, é importante ficar atento às escolhas. Mas, para quem não dispensa um bom sorvete tradicional, não há problema, basta ficar de olho na quantidade que será consumida e não exagerar. 

Dia do Sorvete - Celebrado no dia 23 de setembro no Brasil, logo no início da Primavera, onde há elevação das temperaturas no País e, teoricamente, há maior procura dos consumidores pela sobremesa. E, apesar da grande fama das sorveterias italianas e francesas, a iguaria foi criada na China. Tudo começou há cerca de 4 mil anos, após um quitute à base de leite e arroz ser congelado na neve e fazer o maior sucesso. 

Após uma viagem de Marco Polo à China, em 1271, o sorvete chegou à Itália e posteriormente foi se popularizando em outras regiões da Europa, originando diversos fabricantes. A partir daí, espalhou-se pelo mundo, até chegar ao Brasil e se tornar uma das sobremesas mais populares, por conta do clima tropical e a refrescância proporcionada pelo doce. 

Onde encontrar - Na rede Fort Atacadista, que possui três lojas no Distrito Federal, o cliente pode aproveitar as ofertas exclusivas no setor de sorvetes. No DF, as lojas do Fort Atacadista funcionam de segunda a sábado, das 7h às 22h, e aos domingos, das 7h às 20h, nos seguintes endereços:

Sol Nascente | DF | Quadra QNP 27 Área Especial 01 S/N

Taguatinga| DF | Setor M Norte Qd. 1 Cj. A Lt. 1 – Av. Hélio Prates com M Norte

Ceilândia| DF | CNN 1 S/N | Centro 


Compartilhar

Por: Hellen Quida

0 comentários:

Postar um comentário